quinta-feira, 11 de agosto de 2011

RITUAL - INFORMATIVO

Um punhando de informação não faz mal .

Esse tema ainda é pouco conhecido.

 VAGINISMO
  Mas é algo muito sério para quem tem este diagnóstico.
Trata-se da dificuldade ou até mesmo impossibilidade de manter relações sexuais com penetação vaginal.
Da onde vem o vaginismo?
O vaginismo pode ter início em qualquer tempo da vida da mulher. A tendência é de que seu aparecimento seja súbito, podendo surgir durante uma tentativa de penetração pelo parceiro, durante o primeiro exame ginecológico de rotina, em resposta a um trauma sexual (abuso, estupro) ou a uma condição médica geral. Este quadro tende a ficar crônico na medida em que não se busque tratamento adequado.
Alguns fatores que foram cientificamente comprovados como possíveis desencadeadores do vaginismo são: tentativas de sexo sem prazer, falta de orgasmo na relação, fracasso na relação, angústia, sentimento de culpa, educação religiosa severa, sexo repressor, abuso sexual e estupro. Este quadro pode se desenvolver em mulheres de qualquer raça, cor, idade, condição financeira ou intelectual.
Acredita-se que os espasmos vaginais surjam como resultado da associação da atividade sexual com dor e medo. Quanto mais se tenta a penetração num caso desses, mais se reforça o medo, a dor e a frustração, levando ao espessamento dos músculos da vagina, coxas, pernas e abdômen e em conseqüência a uma piora do quadro clínico.
Existem determinados quadros clínicos como a endometriose ou infecções vaginais que podem gerar o efeito fisiológico de contração muscular involuntária. O Vaginismo pode continuar após a remissão de um quadro clínico desses como um efeito residual. Caso estejam presentes o Vaginismo e um quadro clínico, e o médico perceba que os espasmos vaginais não se devem apenas aos efeitos fisiológicos diretos da condição médica geral, aplica-se um diagnóstico de Vaginismo devido a fatores combinados.

 ( Texto de pesquisa - sem  autores)
LADY

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

RITUAL- PASSARO

Descobri o nome do rapaizinho ali abaixo.
O que parecia ser um canarinho é de fato um Cambacica, mas conhecido também como:
C;  mariquita, chiquita, caga-sebo, sebinho, papa-banana, tem-temcoroado.

Nome científico

Coereba flaveola

RITUAL - VISITA SURPRESA

Hoje vi passarinho!

Frase manjada né, eu sei!
 Mas no meu caso foi de verdade e interessate.Hoje,dia 08/08/11.
Recebi a visita  na cozinha de um Canarinho do peito amarelo, acho eu que é um canarinho.
Estava tomando café, quando derrepente adentrou pelo o vão da janela,aquela sobre-janelinha !
Voou e posou encima do armario. Ficou lá um tanto tranquilo, abri as janelas para ele sair. Deu tres giros e se arrebentou no vidro da janela, repetiu a proeza, e arrebentou-se novamente, dessa vez caindo dentro do prato com agua que estava dentro da pia. Rapidamente o peguei, não sei se adiantou alguma coisa, mas tentei alcama-lo acariciando suas peninhas que molhadas estavam. Todo ele pulsava dentro da minha mão. Alguns minutos passado o soltei lá fora, pareceu estar bem pelo o voou  rapido dele.
Foi uma emoção poder ajudar aquela criaturinha tão pequena e inofensiva, quer dizer ; não sei se o ajudei, talvez ele tivesse querendo suicida-se!
LADY